AGIU ERRADO

Jair Bolsonaro exonerou Marcelo Álvaro Antônio do cargo de ministro do Turismo.

Uma reportagem da Folha de S. Paulo mostrou que, durante a campanha, ele usou laranjas para se apropriar da cota feminina do fundo eleitoral.

O presidente da República, em decreto assinado por ele e por Sergio Moro, fez a coisa certa: afastou imediatamente o ministro suspeito.

* * *

Ao contrário do que diz a notícia aí de cima, publicada n’O Antagonista, eu não acho que Bolsonaro fez a coisa certa.

Ele tomou a decisão errada.

O Capitão deveria ter mantido o seu ministro e ter dado uma declaração bem espalhafatosa dizendo que tudo não passa de perseguição da grande mídia.

Como era rotina em passado bem recente.

Tão lembrados? 

Pois é.

Esse presidente tá muito estranho mesmo: parece até que quer mudar tudo.

Isso não se faz.

Uma ideia sobre “AGIU ERRADO

  1. Tudo não passara de uma feliz coincidência, continua tudo na mesma, o ministro já foi reconduzido ao cargo, uma vez que sua saída se dera apenas para que ele tomara posse na Câmara dos Deputados. Ufa!

Deixe uma resposta