A TECNOLOGIA DO ABRAÇO POR UM MATUTO MINEIRO

O matuto falava tão calmamente, que parecia medir, analisar e meditar sobre cada palavra que dizia…

– É… Das invenções dos homens, a que mais tem sentido é o abraço. O abraço não tem jeito de um só aproveitar! Tudo quanto é gente, no abraço, participa uma beradinha…

Quando você tá danado de saudade, o abraço de alguém te alivia…

Quando você tá com muita raiva, vem um, te abraça e você fica até sem graça de continuar com raiva…

Se você tá feliz e abraça alguém, esse alguém pega um pouquinho da sua alegria…

Se alguém tá doente, quando você abraça ele, ele começa a melhorar, e você melhora junto também…

Muita gente importante já tentou dar um jeito de saber por que é que o abraço tem tanta tecnologia…

Mas eu sei!

O abraço é bom por causa do coração…

Quando você abraça alguém, faz massagem no coração!…

O coração do outro é massageado também! Mas não é só isso, não…

Aqui tá a chave do maior segredo de tudo:

É que, quando abraçamos alguém, nós ficamos com dois corações no peito!… Juntos… Dá até pra ouvir o coração do outro.

INTONCE… UM ABRAÇO PRÔ CÊ!!!

PS.: Não fique triste se alguém lhe virar as costas…

Isso significa, apenas, que essa pessoa não pode aguentar a firmeza de seu olhar.

O destino decide quem entra em nossas vidas…

As atitudes decidem quem permanece.

Fonte: Este texto foi encontrado na internet com autoria desconhecida. As pessoas começaram a enviar para os e-mails dos amigos, então, pelo bom humor do assunto resolvi publicar no JBF.

7 pensou em “A TECNOLOGIA DO ABRAÇO POR UM MATUTO MINEIRO

  1. Li recentemente um livro sobre a Terapia do Abraço. Conforme o livro, a Terapia do Abraço é uma técnica que permite que lidemos com as mais diversas emoções, sobretudo a raiva, a frustração e a tristeza. Não é errado ter estes sentimentos e eles estarão presentes em nossas vidas, vez ou outra. O segredo não é fugir desses sentimentos e sim, buscar formas para lidar com eles. E é por este viés que a Terapia do Abraço atua: ao invés de tratar estes sentimentos como coisas negativas e tentar abafá-los, tratá-los como sentimentos legítimos e pertencentes a vida humana. O seu artigo está corretíssimo numa linguagem caipira com bom humor.

    • Vitorino,

      É gratificante receber um comentário com detalhes que enriquecem o meu entendimento sobre a importância do abraço para a saúde. Nós somos formados de corpo e mente e o abraço nada mais é do que uma expressão corporal da mente que encontra nesta manifestação física uma forma de se comunicar com o outro. Quando abraçamos conseguimos transmitir sentimentos, validar realizações e superar tristezas doando ou recebendo apoio. Valeu!

      Saudações fraternas,

      Aristeu

  2. Lindo texto, prezado Aristeu! Parabéns! Feliz daquele que está sempre sendo abraçado e também gosta de abraçar. A sabedoria do matuto mineiro é fantástica. Realmente, o abraço aproxima dois corações, a ponto de se ouvir os batimentos. Adorei o texto!!!
    Um grande abraço e uma ótima semana!

    Violante Pimentel Natal (RN)

    • Violante,

      Agradeço ao seu comentário com sensibilidade poética. Abraçar é muito importante para o equilíbrio emocional, pois a maioria das doenças são de origem psicossomática. Abraçar é prevenção para patologias provocadas por desordens dos nossos sentimentos e emoções. Aproveito a oportunidade para compartilhar estes verso de Artur da Távola com a prezada amiga:

      Que a vida ensine que tão
      ou mais difícil do que ter razão, é saber tê-la.
      Que o abraço abrace.
      Que o perdão perdoe.
      Que tudo vire verbo e verbe.
      Verde. Como a esperança.
      Pois, do jeito que o mundo vai,
      dá vontade de apagar e começar tudo de novo…

      Saudações fraternas,

      Aristeu

  3. Marcos Ribeiro,

    Muito obrigado por seu comentário nesse espaço democrático do Jornal da Besta Fubana. O assunto não é inédito, entretanto a criatividade do texto é uma surpresa bem agradável. Se eu disser que no abraço há uma troca de energia, isso não causa impacto; porém falar que ao abraçar ficamos com dois corações é bonito demais. A comparação do matuto torna a descrição do abraço num belo poema, aliás, um dos mais bonitos que já tive oportunidade de ler.

    Saudações fraternas,

    Aristeu

Deixe uma resposta