FALA, BÁRBARA !

DEU NO TWITTER

MINISTRO DA INFRAESTRUTURA FALA AOS LEITORES GAÚCHOS

DEU NO JORNAL

CHARGE DO SPONHOLZ

A HORA DA POESIA

SONETO DO CARALHO APATETADO – Bocage

Fiado no fervor da mocidade,
Que me acenava com tesões chibantes,
Consumia da vida os meus instantes
Fodendo como um bode, ou como um frade.

Quantas pediram, mas em vão, piedade
Encavadas por mim balbuciantes!
Ficando a gordos sessos alvejantes
Que hemorroidas não fiz nesta cidade!

À força de brigar fiquei mamado;
Vista ao caralho meu, que de gaiteiro
Está sobre os colhões apatetado:

Oh Numen tutelar do mijadeiro!
Levar-te-ei, se tornar ao teso estado,
Por oferenda espetado um parrameiro.

Colaboração de Pedro Malta

AUGUSTO NUNES

MONTANHA DE CRETINICES

Paulo Pimenta cria uma teoria segundo a qual quem planta Lula colhe o maior esquema corrupto de todos os tempos

“Um ato de extrema violência contra a memória e a História do Brasil a determinação de Jair Bolsonaro que resultou na mudança dos membros da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos. Se você planta laranja, nasce laranja. Se você planta Bolsonaro, colhe ódio e intolerância. É o que o Brasil está vivendo”.

Paulo Pimenta, deputado federal pelo PT do Rio Grande do Sul, conhecido pelo codinome Montanha no Departamento de Propinas da Odebrecht, desandando numa linha de raciocínio segundo a qual quem planta Lula colhe o maior esquema corrupto de todos os tempos.

DEU NO TWITTER

EVENTOS

É HOJE! – PARA OS LEITORES DO RECIFE – JESSIER QUIRINO NO RIOMAR

O poeta paraibano Jessier Quirino estará de gestos largos e memória afiada para a abraçar o público pernambucano durante a programação do Dia dos Pais, neste sábado (3), no RioMar Recife.

O show será gratuito, no Piso L3, a partir das 20h30.

A raiz poética de Jessier Quirino vem do seu pai Antonio Quirino, natural de Brejo de Madre de Deus, interior de Pernambuco.

Segundo o próprio poeta, “observando a beleza das coisas simples e a sabedoria na fala dos doutores de pé no chão”. Essa foi sua inspiração.

Hoje, atento ao ritmo e ao desengonço das palavras, é um Quirino de estilo único e traquejado: poeta, escritor, compositor, artista de palco, autor de vários livros e CDs.

“É convidar o pai do pai do vizinho e vir para crer”, brinca o poeta.

JOSÉ NÊUMANNE - DIRETO AO ASSUNTO

CHARGE DO SPONHOLZ