JOSÉ NÊUMANNE - DIRETO AO ASSUNTO

DEU NO JORNAL

VAI COMEÇAR UMA NOVA CAMPANHA: “POSTE LIVRE”

* * *

Isto é um absurdo!!!

A justiça está politizando suas decisões e perseguindo o PT, um partido onde só tem gente honesta e de bem.

O causídico fubânico Ceguinho Teimoso, eleitor de Haddad e seu ardoroso defensor, vai tomar as devidas providências contra esta sentença injusta.

Temos que começar de imediato a campanha “Poste Livre”

Francamente, eu confesso a vocês que fiquei arrasado com esta notícia que saiu no final da tarde de hoje.

Lágrimas me vieram aos olhos…

ALEXANDRE GARCIA

AUGUSTO NUNES

AMANTE DESVAIRADA

Gleisi anuncia os autores do roteiro de 500 Dias de Vadiagem na Gaiola, continuação do fracassado Lula, o Filho do Brasil

“500 dias preso por um conluio entre juiz e procuradores que forjou depoimentos, orientou delações, quebrou ilegalmente sigilos. Lula continua digno e lutando por sua inocência. A verdade vencerá #500DiasdeInjustiça
#LulaLivre”.

Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidente do PT, conhecida pelo codinome Amante no Departamento de Propinas da Odebrecht, usando o Twitter para berrar maluquices enquanto Lula celebra em Curitiba 500 dias de vadiagem na gaiola.

DEU NO JORNAL

A HORA DA POESIA

CORAÇÃO DE MULHER – Alexandre Fernandes

Vira o rosto se eu passo; e entretanto,
seu olhar a seguir meu vulto fica.
Que me estima, de certo não indica,
porque parece que me odeia tanto!

Se um dia não me vê, ligeiro espanto
quando me avista o seu olhar explica;
e, nessa alternativa, mortifica
minha alma, escravizada a seu encanto.

As vezes, eu também, rapidamente,
volto meu rosto, finjo, indiferente,
nem pensar que ela vive neste mundo.

Mas, vejo, de revés, que ela me segue,
que o seu olhar ansioso me persegue…
Coração de mulher, como és profundo!

Colaboração de Pedro Malta

DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CÍCERO TAVARES – RECIFE-PE

Caro editor Luiz Berto:

Não houve nada mais nocivo para o Brasil, durante esses mais de quinhentos anos de “descobrimento”, do que a era petista!

Em 2015, os então deputados federais Manoela D’Ávila e Orlando Silva, ambos do PCdoB, sectários do Poderoso Chefão, protocolaram na Câmara Federal o PL 3369/15, que recebeu parecer favorável do relator na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE).

Sendo aprovado no Congresso Nacional, o Puteiro de Brasília, a suruba está instalada em Banânia, ressurgindo o Bacanal de Herodes, com pai comendo filha; mãe comendo filho; pai comendo várias filhas ou filhos; mãe comendo várias filhas ou filhos, com todos os tipos de possibilidades de união aceitáveis e reconhecidas como “família!!”

A lúcida e equilibrada deputada federal Carla Zambelli, do PSL de Ribeirão Preto, São Paulo, gravou um vídeo denunciando mais essa insanidade instalada no governo petista, preste a ser votada na Comissão de Direito dos Manos na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, dia vinte e um!

DEU NO TWITTER

ÓTIMO! MAIS UM CPF CANCELADO

* * *

Parabéns à Polícia Militar do Rio de Janeiro e ao policial que efetuou o certeiro disparo, o chamado “sniper”.

Merece muitas palmas!!! 

E parabéns ao governador do estado que foi de helicóptero ao local para cumprimentar e dar força à PM.

Cababom!!!

Os tempos são outros e as coisas mudaram neste ano de 2019.

Felizmente.

Bandido bom é bandido com CPF cancelado!!!

MARCOS MAIRTON - CONTOS, CRÔNICAS E CORDÉIS

UM CORDEL JURÍDICO

Nos idos de 1997, tive a honra de exercer a advocacia na Superintendência Jurídica do Banco do Nordeste do Brasil.

Ali adquiri conhecimentos que utilizo até hoje em minhas atividades jurisdicionais. Também fiz grande amizades, que permanecem vivas até os dias atuais.

Um dos colegas com quem trabalhei, o advogado Isael Bernardo de Oliveira, tinha (e certamente ainda tem) habilidade para fazer versos de cordel, acontecendo muitas vezes de criarmos juntos várias estrofes jurídicas, quase de improviso, enquanto estávamos trabalhando.

Semana passada fui surpreendido, quando chegaram às minhas mãos versos que havíamos criado em uma daquelas ocasiões.

O portador da feliz lembrança foi o amigo-irmão Zico, também advogado do Banco do Nordeste, e que por mais de dez anos foi meu braço direito, trabalhando como diretor de secretaria na Justiça Federal.

Os versos recuperados daqueles tempos remotos são os seguintes:

Querido amigo Isael,
Antes de tudo, bom dia.
Vou lhe fazer um convite,
Com amizade e alegria:
Para estudarmos Direito,
Fazendo verso perfeito,
Direito com Poesia!

O convite do amigo
A mim muito satisfaz;
O Direito me afeiçoa,
Poesia me dá paz.
Se o Direito é sacerdócio,
Dele já me sinto sócio,
Da poesia ainda mais!

Então, vamos ao trabalho!
Comecemos neste instante!
Escolhendo logo o tema,
Algum assunto importante.
Pela nossa formação,
Nossa Constituição
Parece um tema vibrante!

Nessa tema escolhido,
Nossa Constituição,
É como um leito sagrado
Dos direitos do cidadão.
Todos eles essenciais,
As garantias constitucionais
Me chamam mais a atenção.

De fato, em tempos remotos,
Norma assim não existia.
As leis que o rei aplicava,
Ele mesmo é que as fazia.
E o povo, sempre sofrido,
Espoliado e oprimido,
Não tinha essa garantia.

Esse poder do monarca
A um tal ponto cresceu,
Que um tal de Luiz XIV,
Que lá na França viveu,
Gostava de se gabar,
E vivia a proclamar:
“O Estado aqui sou eu!”.

Essa frase do monarca
Revela absolutismo,
Que deve ser combatido
Assim como o nepotismo.
Muito próprio das nações
Cujas Constituições
Contêm autoritarismo.

O tal autoritarismo
Se opõe à democracia,
Que a nossa Constituição
No preâmbulo evidencia,
Lembrando sempre que o lema
Que escolhemos como tema
É Direito com Poesia!

Não esqueço, meu amigo,
Pois tenho boa memória;
Porém a Constituição
Também tem a sua história.
Foi contra o absolutismo
Que o constitucionalismo
Conquistou sua vitória!

E essa conquista importante
Chegou até nossos dias;
No encarte desenhado
Das boas democracias,
Dando luz e proteção
Ao país e ao cidadão,
Com as suas garantias.

Por isso é que a Carta Magna
Vigente aqui, hoje em dia,
Impõe como fundamentos
Da nossa democracia
A forma republicana,
Com dignidade humana,
Trabalho e cidadania.

Direito com Poesia,
De uma forma natural,
Para o Homem que trabalha
Na zona urbana ou rural.
Parabéns ao cidadão
Que tem a Constituição
Por patrimônio nacional!