NÃO POSSO VIVER SEM ELA

Violante Pimentel

Estou só, e as lembranças não me deixam sossegada. Procuro desviar o pensamento, mas o redemoinho das recordações me perturba a mente.

Quero contornar essa ausência, neutralizar as lembranças, mas para mim é impossível. Sonhei com ela ontem, e hoje passei o dia todo sofrendo com saudade. Emocionalmente, sempre dependi dela, mas foi impossível continuarmos juntas. Ela enfraqueceu, tornou-se frágil, sem forças, incapaz de me enlaçar com firmeza. Não podia mais me envolver com o seu calor. Impossível evitar o final.

O tempo passou e chegou o momento da separação. Tive que substituí-la por outra. A cada minuto que passa, mais me dói a solidão. À medida que a noite avança, minha inquietação vai aumentando. Está demorando a amanhecer…

A noite está fria e a lua se escondeu com os seus mistérios. As estrelas, em solidariedade à lua, também se esconderam. As recordações longínquas ocupam minha mente. Sua quentura, seu aconchego e até o seu cheiro estão encravados em mim. Ardo de saudade dela, e chego a murmurar:

MINHA QUERIDA E ANTIGA COLCHA DE FLANELA, VOLTA PRA MIM!!!

Deixe o seu comentário

TOLÔTE GLOBAL NOS ARES

Este tolôte foi cagado ontem, dia 30, pelo “jornalista” Lauro Jardim, em sua coluna do Globo (só podia ser lá…):

Manifestações indígenas contra Bolsonaro pelo mundo

E a incrível babaquice continuava assim:

Povos indígenas de todo o país irão se reunir, amanhã, para manifestações pela preservação dos seus direitos e contra os primeiros atos do governo de Jair Bolsonaro.

Estão previstas mobilizações em Washington D.C., Los Angeles, Montreal, Zurique, Lisboa, Londres e mais pontos no exterior. No Brasil, em Belém, Rio Branco, Fortaleza, São Luiz, Rio de Janeiro e São Paulo, dentre outras cidades.

Chamada de “Sangue Indígena: nenhuma gota a mais”, a campanha é organizada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil.

Pronto: agora estamos todos informados.

E muito bem informados!

Nenhuma gota a mais!

Estas manifestações são um risco enorme para o governo Bolsonaro.

Os indígenas vão acabar derrubando o Capitão.

Francamente, uma babaquice desta magnitude é pra arrombar a tabaca de Xolinha!

Pedir pra Lauro Jardim “nenhuma bosta a mais” é um apelo inútil.

Vem mais merda por aí.

7 Comentários!

O TEMA É CHIFRE

No última segunda-feira, 28, fiz aqui uma postagem com este título:

A GAIA NA MÚSICA BRASILEIRA

Era sobre traições, chifres e cornos retratados e eternizados no nosso cancioneiro.

Na postagem coloquei duas músicas que tinham a ver com o tema.

E informei que o espaço estava aberto pros nossos leitores enviarem suas sugestões e contribuições.

Mas, até agora, ninguém se aventurou.

Que estranho…

De modo que estou voltando ao tema com uma composição do saudoso Lupicinio Rodrigues, intitulada Cevando o Amargo.

Uma música onde um gaúcho conversa com um amigo e faz um desabafo, dizendo o seguinte a certa altura da música:

Chinoca fugiu de casa
Com meu amigo João
Bem diz que mulher tem asa
Na ponta do coração

Ou seja: Chinoca botou chifres no seu macho e se mandou com o amigo João!

É gaia, é gaia, é gaia!!!

Escutem só que coisa linda.

Os créditos estão no próprio vídeo.

6 Comentários!

MARCOS ANDRÉ – RECIFE-PE

Bom dia, Berto.

Sem querer tirá-lo do foco na produção do seu aguardado romance, não me contive em ter que partilhar a sacanagem postada em redes sociais.

Forte abraço.

R. Fique tranquilo, meu caro: tô dividindo o tempo direitinho.

Dou expediente no blog e dou expediente na confecção do novo livro. Tem vez pras duas coisas.

De modo que pode continuar usando e abusando deste espaço escroto. Você e todos os outros leitores.

E vamos ao didático e esclarecedor quadro que você nos mandou:

Deixe o seu comentário

ERA APENAS UM PALANQUE

Maurício Assuero

Sou apenas mais um indignado com a exploração do cadáver do irmão de Lula. Vavá, como era chamado, era um irmão querido e foi o responsável pelo ingresso de Lula na política sindical e partidária. Vavá foi flagrado uma ocasião em conversas telefônicas na qual dizia “manda dois pau pra eu” (sic) e Lula quando indagado pela imprensa sobre isso disse que “Vavá era só um lambari”, dizendo que havia grandes tubarões no mar da propina.

A morte Vavá fez o ex-presidente solicitar o direito de sair da cadeia para participar do velório e/ou do sepultamento. A juíza Carolina Lebbos, fez o que o bom senso manda: pediu que a PF se posicionasse sobre o pedido porque sabia da logística necessária para esse atendimento. Diante da impossibilidade operacional (deslocamento de helicóptero, escolta, controle da multidão, etc.) e do histórico ocorrido quando da ordem de prisão (os partidários sequestraram Lula na sede do sindicato), a PF externou os riscos a ordem pública e o pedido foi vetado.

Continue lendo

Deixe o seu comentário

MAGNOVALDO SANTOS – PALM COAST-EUA

SEMPRE BERTO:

(Supremo EMPreendedor e Renomado Erudito) Berto:

Não adianta nada esconder-se sob outros designativos jornalísticos, cachacísticos, feminísticos ou bloguísticos.

Vossa Eminência Reverendíssima nunca cairá no esquecimento dos que alcançaram a graça da leitura de seus escritos.

Boa sorte, bons negócios, muita saúde e (pelo menos mentalmente) boas lapadas de uma boa caninha.

Um abraço.

R. Meu caro, chega fiquei ancho com esta sua mensagem, vinda diretamente dos Zistados Zunidos aqui pra este blog escroto.

A fidelidade dos nossos leitores me dá uma força enorme pra tocar esta espelunca.

Trabalho pela manhã por aqui e o resto do dia, tarde e noite, estou mergulhado na feitura do meu próximo romance.

Mas já me programei pra acordar mais cedo, como fiz hoje, a fim de não deixar os viciados sem sua droga diária.

Diga pra Trumpão que mandei um grande abraço pra ele!!!

2 Comentários!